Junta Militar egípcia acusa Irmandade Muçulmana de dividir o país

Povo egípcio entre duas serpentes, de um lado os militares, de outro os fundamentalistas.

TRADUÇÃO:"Irmandade muçulmana / regime militar". A Junta Militar egípcia acusou nesta sexta-feira a Irmandade Muçulmana, embora sem citá-la diretamente, pela "divisão vivida pelo Egito", por divulgar os resultados das eleições presidenciais antes da Comissão Eleitoral. Em comunicado divulgado pela televisão estatal, a cúpula militar lembrou que "criar obstáculos para a aplicação das decisões judiciais é crime", em referência à dissolução do Parlamento por parte do Tribunal Constitucional, medida à qual os membros da Irmandade Muçulmana se opõem. "A difusão dos resultados presidenciais da divulgação pelo órgão competente é um ato injustificável e a causa da divisão e da confusão na cena política egípcia", afirmou a nota. A Irmandade Muçulmana divulgou ao longo desta semana os resultados das eleições realizadas no último fim de semana que, segundo eles, dariam a vitória a seu candidato, Mohammed Mursi, por cerca de 1 milhão de votos de diferença. O outro candidato, o general reformado Ahmed Shafiq, demonstrou ontem em entrevista coletiva sua "total confiança" em vencer as eleições, apesar de insistir que os resultados só serão conhecidos com o anúncio da Comissão Eleitoral, previsto para os próximos dias. A Junta Militar respondeu em sua nota que reconhece "o direito à manifestação pacífica que respeite os interesses supremos da pátria", embora tenha especificado que enfrentará "duramente" qualquer tentativa de prejudicar os interesses públicos e privados. Enquanto isso, a Irmandade Muçulmana realiza hoje, junto a outras forças islamitas e revolucionárias, uma manifestação em massa na Praça Tahrir para protestar contra a dissolução do Parlamento e as recentes emendas à Constituição provisória aprovadas pela Junta Militar, que lhes dão grandes prerrogativas. Sobre as emendas constitucionais, o Conselho Supremo das Forças Armadas argumentou que foram "uma necessidade imposta pelos requisitos da administração do Estado neste momento crítico". Charge por Olle Johansson - SUÉCIA

O Dia a Dia da nossa famigerada Política Nacional e Internacional com muito Humor, através de Charges, Tiras, Cartuns, Montagens e Vídeos!!

Publicado em Mundo Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Siga-nos

Youtube Facebook Twitter Google Plus Pinterest




Arquivos

Conteúdo


Charges por E-mail

Receba os Posts do Humor Político em tempo real, assim que forem publicados!