Arquivo da tag: Campos Machado

Russomanno quer Mortágua no secretariado

Ao encarar transeunte no corpo a corpo, Russomanno desabafa: "Ave, Maria!"

Ao encarar transeunte no corpo a corpo, Russomanno desabafa: “Ave, Maria!”

AVENIDA JACU PÊSSEGO – Diante da perspectiva de vitória, Celso Russomanno decidiu imitar Lula em 2002 e divulgou sua “Carta ao Povinho de São Paulo”. Com o documento, o candidato pretende “acalmar os mercados, os mendigos da Praça da Sé, os palmeirenses, a turma do Kassab que vai ficar sem emprego e os paulistanos que ainda estão presos no trânsito na volta do feriado”. Na carta, Russomanno garante que não haverá “ruptura de nenhum contrato”, a começar dos contratos entre ele e a TV Record: “O exemplo começa em casa. Guardai os meus mandamentos. Aleluia, aleluia!”, discursou.

Acusado de ter operado o milagre da multiplicação de votos, o candidato esbravejou contra um suposto complô da “mídia ateia-burguesa” para desestabilizar sua candidatura. “Se eu fosse capaz de operar milagres, a novela Máscaras bateria Avenida Brasil todas as noites”, se defendeu.

A fim de desfazer a imagem de aventureiro, sem ideias ou  programa de governo, Russomanno decidiu ainda antecipar nomes de seu secretariado. Por sua vasta experiência no ramo, o deputado Campos Machado irá acumular 17 das 43 pastas. “Ele também será responsável pelo Primeira Peruca, um programa que busca  resgatar a dignidade dos carequinhas”, disse Russomanno.  Para que o programa não seja confundido com esmola, o futuro prefeito  determinou que o Primeira Peruca exija contrapartidas: “Nós não damos só o peixe,  ensinamos a pescar. É por isso que cada beneficiário vai levar também uma  vara”, disse Campos Machado.

Contra o imobilismo da gestão atual, Russomanno se comprometeu também a criar a prefeitura itinerante e participativa: “Às segundas, quartas e sextas, despacharemos da cidade de Aparecida; às terças, quintas e sábados, dos templos da Universal”, explicou. O candidato prometeu ainda criar uma ouvidoria, batizada “Fala que eu te escuto”. “Tá bom pra vocês?”, perguntou aos repórteres.

Sem mágoas de seu padrinho Paulo Maluf, com quem estava rompido, Russomanno prometeu resgatar o programa Leve Leite. “Estamos avaliando o perfil, a frente e o verso do responsável. Ainda não decidi entre a Mari Alexandre e a Cristina Mortágua”, revelou o candidato.

Em nota, Russomanno negou que obrigará todos os secretários a pintar o cabelo de acaju e a dizer que encontrou Jesus.

Atento às questões religiosas que podem definir o pleito paulistano, Fernando Henrique Cardoso gravou depoimento para a campanha do PSDB negando que José Serra tenha pacto com o DEM.

Procurado no bolso de Lula, Fernando Haddad ainda não foi encontrado.

por Piauí Herald cedido ao Humor Político

Publicado em São Paulo | Com a tag , , , , , , , , , | Deixar um comentário