Manual do covarde: do palácio à cadeia sem tirar a máscara

Novo livro do autor de Meu nome não é JohnnyManual do covarde é uma crônica do falso despertar político no Brasil e no mundo — espécie de feira politicamente correta. Se cada vez mais gente finge ter uma causa (a chamada minoria esmagadora), este livro também finge ser um manual — que vai te ensinar a ciência deles: como ficar sempre bem na foto sem precisar tirar a máscara. Quanto maior a zombaria dos impostores, maior o sarcasmo do autor ao arrancar seus disfarces solenes. Destaque para o thriller da conspiração entre um procurador-geral e um caubói, com a bênção da corte suprema e de parte da imprensa, que Fiuza apontou sabendo o preço a pagar. De Lula a Bono Vox, de Maduro ao papa, do STF à MPB, do PT a Hollywood, biografamos para você as melhores farsas do século 21. Aprenda com quem faz.

Adicionar o link permanente aos favoritos.

Os comentários estão encerrados.