Após acusar – e recuar – sobre foto de aglomeração em praia, Guilherme Fiuza faz mea culpa histórico

MEU NOME NÃO É FIUZA – Enquanto o Brasil aguardava o mea culpa do PT, o tuiteiro Guilherme Fiuza mostrou mais uma vez por que a extrema direita está na vanguarda da política mundial. Em um movimento inesperado, Fiuza fez um mea culpa sobre sua obra completa de tuítes.

“Ontem eu afirmei que aquela foto de uma multidão na praia no Rio poderia ser uma notícia falsa já que um sobrinho, uma tia e um primo de terceiro grau haviam ido à praia e não haviam relatado tal aglomeração. O Estadão mostrou que a foto era real, o que me fez admitir que eu posso quem sabe talvez numa hipótese vai quê ter sido induzido ao erro”, declarou Fiuza. “A partir daí, percebi que poderia ter sido induzido a outros erros históricos, que agora reconheço.”

O ópus completo de tuítes de mea culpa segue abaixo.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.