Após tomar ovada, Doria se declara “baiano da gema”

Doria, eles não ligam pra gente!

 

FAROL DA BARRA – Na noite da última segunda-feira, o prefeito de São Paulo João Doria foi ovacionado pela multidão em Salvador enquanto passeava pela área recém-reformada do Farol da Barra com ACM Neto, prefeito da cidade.

Dentre as ovações, a que atingiu com mais impacto o alcaide paulista foi um ovo, não se sabe se de tucano ou pavão. Político experiente, Doria sorriu com entusiasmo ao agradecer à chuva de reações em espécie. Já no palanque, jurou fazer jus ao “espírito musical, indolente, preguiçoso e feiticeiro” da Bahia, trocando o discurso por uma versão da antiga canção imortalizada nas vozes de Carmen Miranda e Dorival Caymmi: “Ai, o ovo, ai, ai/ Ovo bobagem que a gente não explica, ai, ai/ Prova um bocadinho, oi/ Fica envenenado, oi/ E pro resto da vida/ É um tal de sofrê/ O-la-rá, o-le-rê“.

Segundo a cantora Claudia Leitte, que acompanhava a comitiva, “quem atirou o projétil foi Ivete Sangalo, sem sombra de dúvida”. Já Lídice da Mata, senadora baiana pelo Partido Socialista Brasileiro, lançou sombra de dúvida sobre o depoimento de Leitte: “Vi perfeitamente quem atirou o projeto de omelete. Um homem gordo, branco, com pinturas corporais à Timbalada e tranças postiças. Quem vê aquela barriga uma vez não se esquece. Foi Rodrigo Maia”. Para a senadora, Maia quer ser presidente da República de qualquer jeito, mesmo que para isso precise recorrer a técnicas de envenenamento aprendidas no Castelo Rá-Tim-Bum.

Por via das dúvidas, a reportagem procurou saber do paradeiro de Geddel Vieira Lima na noite de segunda-feira, mas tudo o que se conseguiu descobrir é que o ex-ministro se encontrava no ensaido do Olodum.

Esta entrada foi publicada em Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.