Bolsonaro quer elevar maioridade vacinal para 180 anos

No mesmo pronunciamento o presidente anunciou a equiparação da maioridade penal com a cotação do dólar –Crédito: Lula Marques



LONGA ESTRADA DA VIDA – “Não vivem dizendo que eu sou contra a vacina? Como explicam isso agora? Chupa, esquerda!”, brincou o presidente Bolsonaro ao anunciar a mudança da regra de vacinação do Ministério da Saúde. Segundo o novo plano, estão aptos à vacinação apenas jovens acima dos 180 anos, que devem comparecer aos postos de saúde com os pais.

“É uma estratégia nova que estamos lançando”, explicou o ministro da Saúde e bucha de canhão da semana, Marcelo Queiroga. “A gente tem vacina até demais, mas a gente sabe que o psicológico afeta muito a longevidade das pessoas. Então se ela quiser muito ser vacinada, ela vai buscar viver até os 180 e vai se cuidar mais, ter uma vida mais plena!”

Nos bastidores do Planalto circula a teoria que a nova polêmica seria uma maneira de desviar a atenção de resultados pífios na economia. Ao saber dos rumores, o ministro da Economia e da eugenia, Paulo Guedes, saiu ao ataque: “Tinha empregada doméstica vacinando duas vezes! Tava uma festa danada! Espera aí!”

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.