Diabo elogia Congresso por cortes na saúde e educação e doa royalties do rock para fundo eleitoral

A única restrição de uso de dinheiro imposta pelo Sete Peles é que não sejam confeccionados santinhos 

DIVINA TRAGÉDIA – “A gente tem que saber reconhecer o profissionalismo nessa nossa área. A minha função aqui é fomentar esse tipo de comportamento que o político brasileiro desempenha tão bem”, afirmou o Diabo em cerimônia de entrega de um cheque simbólico ao Congresso brasileiro. A doação é do mesmo valor que o Belzebu recebeu em royalties referentes a músicas de rock, gênero que vem sendo administrado por ele há décadas.

“Quando soube que o pessoal quer tirar dinheiro da saúde e da educação pra colocar no fundo eleitoral tive certeza do que devia fazer. Estou hoje em Brasília pois aqui tenho muitos amigos e me sinto à vontade”, disse o Capiroto, que mantém uma casa no Setor de Mansões da capital federal. “A minha relação com o pessoal é antiga. A cúpula do PMDB mesmo apadrinha coletivamente meu filho Damien.”

Questionado sobre a origem de sua fortuna, que em muito ultrapassa o valor doado, o Anjo Mau afirmou: “Eu sou um cara de negócios, eu faço dinheiro. Compro, revendo, compro, revendo, compro alma, revendo alma, sempre fui assim, gosto muito de comprar alma de seguradora. Na minha época, lá atrás, comprava uma alminha, depois revendia, tenho uma segurança”.

Esta entrada foi publicada em Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.