Exército brasileiro tem saliva para 2 horas de lambida de bota em Trump

O governo também pretende trocar todas as mamadeiras de piroca das escolas públicas por mamadeiras em formato de botas (Alan Santos/Fotos Públicas)

CAPACHO DO PLANALTO  – “Temos que parar de ser um país de maricas! Distanciamento social é uma farsa! É pra chegar bem perto e lamber a bota com força, tá ok?”, bradou o vassalo-em-chefe Jair Bolsonaro, durante instrução às tropas do Exército. O encontro ocorreu na Academia Militar das Agulhas Azuis e Vermelhas, onde o Bolsonaro deu início à Operação I Love You, que tem como objetivo restaurar o bom humor do futuro ex-presidente americano Donald Trump, além de implodir a infraestrutura básica da autoestima da população brasileira.

“Todo mundo vai morrer um dia. Então que morra lambendo uma bota de qualidade, de um homem de bem, que luta pela liberdade de dar um golpe institucional, tá ok?”, instruiu Bolsonaro, antes de mostrar um vídeo do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, ensinando didaticamente como lamber a bota do chefe, trocando o soft power por soft porn.

Além do contingente militar, Bolsonaro vai enviar também seus filhos para o front. Documentos sigilosos revelam que Eduardo Bolsonaro ficará encarregado de fritar apetitosos hambúrgueres para Trump. Carluxo vai disparar uma campanha de contra-sub-inteligência que usa tuítes crípticos com mensagens impossíveis de serem decifradas tanto por republicanos quanto por democratas. Flávio, por sua vez, ficou encarregado de comprometer a base financeira de Joe Biden ao fazer saques em uma velocidade maior do que o sistema bancário norte-americano pode operar.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.