Flávio Bolsonaro faz 48 depósitos de 2 mil votos em urnas de Donald Trump

Os votos foram encontrados em um avião da FAB escondidos dentro de 39 quilos de panetones superfaturados

GEORGIAGATE – “Eu pedi 11.780 votos, e alguém veio e depositou 96 mil votos em 48 lotes! They love me. I’m great”, declarou o presidente americano Donald Trump, após o Coaf identificar uma estranha transferência de votos em seu nome, todos feitos a partir de um caixa eletrônico da Alerj. O órgão fiscalizador também encontrou um segundo depósito, de 89 mil votos, nas urnas da primeira-dama americana Melania Trump, que já avisou que pretende doá-los à ONG Virada de  Mesa Sem Fronteiras. Os depósitos seriam uma resposta de um fã ao apelo de Trump de que só precisaria encontrar 11.780 votos para reverter o resultado eleitoral no estado americano da Geórgia.

“Divide aí 89 mil votos por dez anos. Dá em torno de 750 votos por ano. Isso é tentativa de tapetão? Pelo amor de Deus!”, reclamou o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que foi apontado pelo Coaf, junto com seu filho Flávio e com seu faz-tudo, Fabrício Queiroz, como um dos possíveis apoiadores secretos de Trump.

Queiroz também se defendeu das acusações: “Sou um cara de negócios. Eu faço voto. Compro, revendo, compro, revendo, compro voto, revendo gatonet, sempre fui assim. Gosto muito de comprar voto em Rio das Pedras. Na minha época lá atrás, eu comprava um votinho, mandava arrumar, vendia.”

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.