Governo lança game Pikamón Go que acha pênis pelas cidades

O personagem Pikachu não precisará mudar de nome para se adequar ao jogo

PROJEÇÃO 3D – “Tavam falando que só bolsonarista via essa coisa aí de pinto na mamadeira, pinto na Fiocruz, então pronto. Agora todo mundo pode ver pinto onde quiser, tá ok? Assunto encerrado.” Foi com essa declaração que o presidente Jair Bolsonaro anunciou o novo projeto tecnológico do governo, o game Pikamón Go, que vai usar o conceito de realidade aumentada (e deturpada) para mostrar pênis comunistas espalhados por todas as cidades do Brasil.

“O mecanismo é simples. A pessoa aponta o celular para a rua, e ele mostra pintos andando pelas praças, pelas praias e claro, pelas universidades federais”, explicou o filho Zero Quatro Jair Renan Bolsonaro, responsável por desenvolver o jogo com uma junta de especialistas que incluiu a Capitã Cloroquina – desbravadora responsável por identificar o primeiro pênis público da Fiocruz -, além da ministra Damares Alves, dos pastores Marcos Feliciano e Silas Malafaia e, claro, do Filho Zero Dois, Carlos Bolsonaro.

“É um jogo de bem para a família brasileira!” bradou o presidente Bolsonaro, ainda na coletiva de lançamento do jogo. “A população vai poder despertar para essa conspiração gayzista e piroquista que quer nos destruir, tá ok? Vamos abrir os olhos para todas as formas de pinto que nos cercam. Esse tanto de microfone aí, por exemplo, eu tô cercado de pênis!”, completou o presidente.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.