Inspirado por Fadinha, skatista Anjo ganha ouro por manobras no Coaf

Wassef ainda não retirou sua medalha pois segue trancado no banheiro feminino do Senado

BOWL DE ATIBAIA – “Radical demais!”, gritou o skatista jurídico Frederick Wassef, após fazer um ollie sobre mais uma investigação do Ministério Público e da Polícia Federal. A manobra acabou por render-lhe uma medalha de ouro, rapidamente derretida e convertida em dinheiro vivo. O dinheiro, por sua vez, foi repassado ao ex-PM Fabrício Queiroz, que se encarregou de gastá-lo integralmente em panetones na loja de chocolates do senador Flávio Bolsonaro.

“Sou um cara de negócios”, explicou Queiroz, famoso skatista de Rio das Pedras. “Eu faço dinheiro, compro, revendo, compro, revendo, compro medalha de prata, revendo como se fosse ouro, sempre fui assim, gosto muito de comprar medalha de olimpíadas, na minha época lá atrás, comprava um medalinha, mandava arrumar, revendia, dava uma segurança.”

A equipe olímpica do clã Bolsonaro ainda é esperança de medalhas em outras categorias, como salto com Aras, negacionismo em distância, halterocinismo, escalada autoritária, badmito e táokdô. Carlos Bolsonaro ainda compete na tuitagem rítmica e desportiva e Flavio Bolsonaro é o favorito no revezamento 48×2 mil.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.