Marta Suplicy deixa Ministério da Cultura para fazer Pronatec

Marta Pelada

A ex-ministra foi flagrada correndo nua em Brasília

CEU – Após flagrar um cidadão usando seu Vale Cultura para comprar um livro de Olavo de Carvalho, Marta Suplicy pediu demissão do ministério. “Assim fica inviável relaxar e gozar”, lamentou. Numa clara tentativa de galgar uma cadeira na ABL, Marta escreveu uma contundente carta de demissão: “Nonada. Pitacos que a senhora ouviu foram da ordem de uma equipe econômica independente, Deus esteja. Daí, vieram me chamar. Causa dum bezerro: um bezerro branco, er­roso, os olhos de nem ser — se viu —; e com máscara de cachorro. Cara de gente, cara de cão: deter­mi­naram — era o mercado”, rascunhou.

Num suspiro aliviado, entoou um ré menor: “Quantas e quantas vezes uma mulher deve se reeleger / Até que seja chamada de presidenta”. Pausa. “A resposta, meus amigos, está soprando no vento”, concluiu, com os olhos marejados.

Após iniciar, com sucesso, o Plano de Aceleração das Demissões, Dilma enviou um bilhete para Guido Mantega. “Quem pedir o chapéu até o final do mês terá prioridade para se inscrever no Pronatec. Marta, por exemplo, fará o curso técnico em arte circense”, revelou.

Ao saber do ocorrido, Lula ameaçou pedir demissão do cargo de ex-presidente em exercício.

Esta entrada foi publicada em Sátira e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.