“Não tem mais Ibama porque não tem mais floresta no meu governo”, diz Bolsonaro

Ibama parece Obama e aqui é Trump, tá ok?”, explicou o presidente sobre a extinção / Foto: Marcos Corrêa/PR



QUEIMA A JATO – Jair Bolsonaro surpreendeu o país durante um discurso nessa última quarta-feira. Em pronunciamento para sua base aliada, o presidente anunciou a extinção de um órgão federal que usava forças-tarefa para combater crimes graves e que vinha sofrendo ataques desde o começo de sua gestão: o Ibama.

“Floresta é coisa de ambientalista e petista e isso daí não tem mais no meu governo, por isso não tem que ter mais Ibama, tá ok?”, disse o presidente. “A gente já extinguiu o Pantanal, a Amazônia e a corrupção. Agora vamos extinguir a extinção também. Pra quem falou que esse era o governo do fogo tá aí, a gente é o governo extintor kkkkk”, complementou o presidente em suas redes sociais.

Por meio de nota o governo afirmou que os recursos antes usados pelo Ibama serão destinados à conservação de outros grupos ameaçados: “Vamos proteger os caixas eletrônicos da Alerj, a espécie do próprio dinheiro em espécie, as rachadinhas selvagens, os micos leões dourados pagos pelo Sergio Moro e os botijões azuis de Rio das Pedras.

Mais tarde, em uma conversa informal com apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro comentou mais uma vez a decisão: “Pra quem inventa que eu não me importo com animal, quero ver o que vai dizer agora que eu to preservando Gatonet.”

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.