Próxima pelada em Bangu será entre times dos prefeitos e dos governadores do Rio

As partidas serão disputadas em um estádio padrão Fifa que está sendo construído a partir de projetos de Santiago Calatrava e Oscar Niemeyer. A obra já está superfaturada em 800%

ALERJÃO – Muita expectativa no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. Após operações de busca e apreensão nas casas de Eduardo Paes e Marcelo Crivella, cresce a chance de o próximo torneio de futebol do presídio contar, pela primeira vez, com um time formado só por ex-prefeitos do Rio de Janeiro.

“É um sonho antigo aqui no Centro de Treinamento”, disse o centroavante Sérgio Cabral Filho, o Cabral Jr, eterno camisa 10 do time dos governadores. “Os outros times sempre reclamaram que a nossa equipe era favorecida com a chegada de reforços. Era o Pezão, o Garotinho, o Moreira, o Wilson Witzel, famoso Witgol. Mas agora tá aí a prova de que não é só o time dos governadores que tem uma base forte.”

A expectativa é de que Paes e Crivella venham a formar um novo time com os demais candidatos à prefeitura do Rio que não contam com apoio explícito do presidente Jair Bolsonaro. “O jogo está só no início. Tem tempo pra muita denúncia ainda. Haja busca e apreensão!”, disse o locutor Galvão Bueno, que deve ser escalado para narrar as partidas. O apito deve ficar a cargo do ex-presidente da Alerj Jorge Picciani, ou do atual, André Ceciliano, que corre por fora da tabela.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.