Remake: Bolsonaro protagoniza filme Férias Superfaturadas

Esse é o primeiro filme brasileiro bancado com dinheiro público desde a eleição de Bolsonaro

LEI ROUALEY –  Dois milhões e trezentos mil reais torrados nas férias de fim de ano!!!! É com esse argumento sucinto que os estúdios Wassef Brothers pretendem regravar o sucesso Férias Frustradas, agora protagonizado por um papai bem fascistão que faz altas trapalhadas negacionistas com dinheiro público durante as férias com a família no litoral catarinense.

“Custou 2,3 milhões de reais? Custou. Mas isso aí é investimento em cultura. Pelo menos não é Bruna Surfistinha, tá ok?”, respondeu o presidente Jair Bolsonaro, protagonista do filme, durante a junket com os críticos de cinema dos sites Terça Livre e Gazeta do Povo. “Os cinemas não tão fechados por causa dos governadores comunistas? Então nem precisa mais ir no cinema. É só procurar eu no jet ski ali no youtube e o filme tá visto.”

O fato do filme ser rodado inteiramente em vídeos de whatsapp, da cenografia e figurino serem mambembes e do roteiro não ter nem pé nem cabeça fez especialistas questionarem onde foi gasto tanto dinheiro. Dados revelados pela Lei de Transparência mostraram que 80% do orçamento foi gasto em latas de leite condensado, 10% em fichas de fliperama para Carlos Bolsonaro e o resto em doces diversos em uma loja da Kopenhagen no Rio de Janeiro.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.