Santos decreta lockdown para evitar contato de população com desembargador

Cientistas estudam a hipótese de tratar o novo vírus com o remédio Annita

DISTOPIA – A partir de amanhã, a cidade de Santos deverá amanhecer com as ruas vazias. A medida, extrema, foi a única forma encontrada pela prefeitura para evitar que a população volte a ter contato com o desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha Siqueira, a arma biológica que escapou de um laboratório do Tribunal de Justiça de São Paulo, e que voltou a ser vista circulando na rua, sem máscara, na manhã de hoje.

“Ou era esse lockdown, ou era um aumento fortíssimo na curva de grosserias, preconceitos, infrações e disparates”, contou o porta-voz da Guarda Municipal, que está em quarentena depois de ter se aproximado de um vídeo com imagens do magistrado. “Infelizmente a ciência ainda não desenvolveu um respirador que limpe esse cheiro de enxofre.”

Preocupada com o caso, a OMS já enviou equipes ao país para colher mais amostras. Dados preliminares indicam altos níveis de contaminação do vírus “Sabecomquemtáfalandovid-20” em varas judiciais, em gabinetes de parlamentares e em restaurantes do Leblon e dos Jardins. Há uma preocupação com as mutações que podem ser encontradas em Brasília.

Esta entrada foi publicada em humor, Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.