Mais uma pá de terra no túmulo do Estado laico.

Secretária de Mulheres é contra aborto mesmo em caso de estupro.

A indicação do nome de Fátima Pelaes, fundamentalista religiosa, para a Secretaria de Mulheres, demonstra desprezo pelo princípio do Estado laico, tão caro para a garantia dos direitos de grupos oprimidos, como as mulheres.

Esta entrada foi publicada em Governo Temer, Humor Político, Humor Político Nacional e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.