Temer troca ministra Luislinda por Kevin Spacey

 

HOLLYWOOD – Mais um drama resolvido no Jaburu. Neste fim de semana, Michel Temer convidou o ator Kevin Spacey para assumir o Ministério dos Direitos Humanos no lugar de Luislinda Valois, que escandalizou o país ao pedir aumento salarial e se comparar com uma trabalhadora escrava. Hábil, o presidente esteve em Hollywood e fez o convite pessoalmente a Spacey. Uma parede de vidro o separava do ator. “Temos esse tal de Ministério dos Direitos Humanos, que eu não sei para que serve, mas que o Elsinho Mouco, meu marqueteiro, diz ser importante”, explicou Temer durante o encontro. “Parece que serve para empregar os poucos brasileiros que não são homens, velhos, brancos e heterossexuais.”

Foi com satisfação, portanto, que o presidente reagiu à notícia de que Spacey saiu do armário na semana passada. “Veja bem”, prosseguiu Temer, “eu já tinha tentado dar emprego a uma ministra afrodescenegra, mas não funcionou. Parece-me a hora de tentar um homossexual, uma bicha ou um pederasta, três categorias em que o senhor certamente se encaixa.”

O presidente considerou irrelevante as acusações de assédio sexual que pipocaram contra o ator há poucos dias. “Que diferença faz? Tem gente que é acusada de mandar comprar o silêncio do Eduardo Cunha e continua dirigindo o país.”

Esta entrada foi publicada em Sátira. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente