PORCORATIVISMO O aumento das verbas públicas para financiar campanhas políticas — de R$ 2 bilhões para cerca de R$ 5,7 bilhões — foi planejado e acordado previamente com a maioria das lideranças partidárias na Câmara e no Senado. O “golpe do fundão” passou junto com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Esta entrada foi publicada em humor e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.